quinta-feira, 20 de maio de 2010

Narasimha

UGRAM VIRAM MAHA VISHNU
JVALANTAM SARVATO MUKHAM
NRSIMHA BHISANAM BHADRAM
MRTYOR MRTYUM NAMAMY AHAM

Eu ofereço minhas mais humildes reverências aquele que é o mais irado, que está sempre lutando, que é o consorte de Lakshmi, de quem emana labaredas de fogo, que tem muitos rostos, que é metade homem metade leão, que é aterrorizante, que é adorado, e que é o matador da morte.

ORAÇÃO DE NRSIMHADEVA
Nossas saudações a Ti! Tu és o Senhor infinito, Que assumes a forma de Narasimha; Tu és a Luz de todas as luzes. Dissipa de nós a obscuridade da ignorância; Queima as sementes dos nossos maus desejos e malignos Karmas; Faz-nos audazes. Nós te saudamos! Ó Senhor, mostra Tuas bênçãos sobre todas as coisas; Que o Bem chegue a tudo. Que aqueles que se conduzem mal cheguem a conhecer o Bem. Que eles possam seguir o caminho do Bem. Que todos os seres sejam nobres e se amem uns aos outros. Que todos se desejem o Bem mútuo; Que todos conheçam o Bem em seu interior. Que não sejamos apegados às coisas do mundo; E se o apego cresce em nossos corações, não deixes que sejam outros os relativos amigos Mas somente seus amantes e devotos. Teus amantes e devotos, os conhecedores da Verdade, Vivem em Tua bendita consciência e cantam Tuas glórias. A associação com eles purifica o coração; Os que são puros de coração te amam ternamente, E através do seu Amor obtém Tua graça e poder. Como a água é a vida do peixe, Assim Tu és a vida e a alma de todos os seres. Sem Ti a vida está vazia; Verdadeiramente vã é a vida deste mundo, A morada da miséria e da morte, Onde imperam a ira, a tristeza, as inquietações, o orgulho, o medo, e todo o mal. Porém conhecendo-te, a vida é divina, E o coração transborda na plenitude da Alegria.
Namastê!